36 horas topo
MENDES 1 - 07/05
COLUNA HUMANA.MENTE

Empoderamento feminino

O Empoderamento Feminino surge então, para defender a idéia de que tanto as mulheres quanto os homens podem ocupar espaços de poder

Humana.mente

Humana.menteAndréa Sefrian (CRP08/12599) é Psicóloga Especializada em Gestão Estratégica de Pessoas pela PUC-PR, atua há 10 anos como psicóloga clínica na CLINIMED na cidade de Umuarama-Pr., além de ser palestrante e prestar consultorias e treinamentos em instituições e empresas, conciliando com o trabalho de Psicóloga do CRAS do Município de Xambrê, concursada há 7 anos. Apaixonada pelo ser humano, acredita que sua missão de vida é trabalhar ouvindo histórias e construindo possibilidades de esperanças.

06/04/2019 10h14Atualizado há 2 meses
Por: Andréa Sefrian
105
Andréa Sefrian
Andréa Sefrian

Andréa Sefrian
Psicóloga
CRP08/12599

A palavra Empoderamento, que vem do inglês, empowerment significa a capacidade do indivíduo realizar por si mesmo as mudanças necessárias para evoluir e se fortalecer. Desta forma, o termo Empoderamento Feminino, por sua vez, significa conceder o poder de participação social às mulheres, expressado através de ações que fortalecem o gênero feminino e promovem a igualdade com os demais.

Hoje em dia, tanto homens como mulheres, em medidas maiores ou menores, sofrem pressão a respeito de sua posição na sociedade. A cultura determina o que é o caminho “normal” de vida para todos. A expectativa da sociedade é que as mulheres assumam o papel de cuidadoras, apoiadoras, assistentes como, por exemplo, mães, esposas, avós, etc., mas nunca a posição de protagonismo da própria vida. Dos homens, se espera que sejam fortes, provedores, líderes e sexualmente dominantes. De uma forma geral, isso gera pressão sobre eles, mas ao mesmo tempo lhes concede muito mais liberdade de escolha sobre qual papel querem desempenhar na vida.

Não existe muito incentivo para que uma mulher assuma um papel de autonomia, independência, e até mesmo de liderança. A mulher e a “feminilidade” estão relacionadas diretamente com a doçura, com a timidez, com o recato e qualquer atitude que se desvie desses padrões, é considerado masculino. Então, a assertividade, a força mental e a frieza emocional necessárias para assumir funções de alta pressão e de alto risco, normalmente são vistas como ‘coisas de homens’.

Com isto, pelos padrões impostos, muitas mulheres, inconscientemente se sentem desconfortáveis e até mesmo culpadas ao assumir atitudes mais assertivas. E mesmo com exemplos excepcionais de mulheres que fazem história no mundo, nós muitas vezes, deixamos a opinião dos outros abalar nossa autoconfiança.

O Empoderamento Feminino surge então, para defender a idéia de que tanto as mulheres quanto os homens podem ocupar espaços de poder, liderança e influência no mundo, promovendo igualdade, respeito, apoio e não-discriminação dos dois lados. Ele vem para tirar a mulher da posição de submissão e subserviência, para resgatar a sua autoestima, exercer controle sobre suas relações pessoais e sociais, ajudar a compreender melhor o seu valor e o valor das mulheres ao seu redor.

Quando as mulheres começam a reconhecer o seu potencial e conquistar seu espaço, ter acesso à educação e serem saudáveis, todos se beneficiam: suas famílias, suas comunidades e seus países. Ou seja, a participação das mulheres em igualdade de condições com os homens é fundamental para o desenvolvimento social e econômico sustentável de uma família, comunidade e país. Mulheres empoderadas, além de transformarem suas próprias vidas, colaboram para o empoderamento e desenvolvimento de toda uma sociedade.

Sendo assim, convido você a refletir sobre seus potenciais, a enxergar-se capaz e merecedora de tudo que deseja, fazendo o esforço necessário para colocar-se no lugar em que almeja ocupar na sociedade, nos seus relacionamentos e no mundo. Todos os movimentos que você fizer, mesmo que pequenos, podem definir e alterar o rumo da sua história.  

E acrescento um desafio para esta semana em que comemoramos o dia internacional da Mulher: Empodere uma mulher que se encontra desmotivada, numa relação de dependência, ou numa posição inferior à sua capacidade! Converse, faça um elogio, ajude-a a enxergar seus pontos fortes. Com isto, nós conseguiremos impulsionar a sororidade, que é a união e irmandade, baseada na empatia e companheirismo, sem aquele julgamento prévio entre as próprias mulheres, que na maioria das vezes, ajudam a fortalecer estereótipos preconceituosos.

Tente realizar essa experiência que comprovadamente, apresenta tantos benefícios. Além de se sentir super bem, tornando-se uma motivadora, você constatará reações tão positivas e transformadoras, que revelarão o tamanho do poder que possui em suas mãos, porque quando você apóia, incentiva e motiva as mulheres ao seu redor, acaba ajudando a si mesma, pois promove o despertar da cura do sagrado feminino que há nelas e em você, perpetrando a evolução e o crescimento potencial de cada uma.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Pérola - PR
Atualizado às 21h28
23°
Poucas nuvens Máxima: 29° - Mínima: 19°
23°

Sensação

8.1 km/h

Vento

73.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
MENDES 11/05/19
BOA NOVA FM 11/05/19
36 HORAS 11/05/19
FRUTARIA PÉROLA 11/05/19
Últimas notícias
Mais lidas