Terça, 19 de março de 2019
44 99835-2370
Região

16/02/2019 ás 08h15

93

Redação

Pérola / PR

Ponte da Estrada Esperança deve receber vigas
Ponte da Estrada Esperança deve receber vigas
Fotos: Pedro Oliveira/ PMU

A construção da ponte rural na Estrada Esperança, que liga a estrada Canelinha à rodovia PR-468, já chegou à fase da colocação de vigas. Na última semana foram concluídas as duas alas e nesta quinta-feira, 14, um dos aterros também já foi finalizado. A obra substitui a ponte atual, avariada pelas chuvas do ano passado. “A ponte antiga é pequena e foi seriamente danificada, inclusive nas fundações, o que inviabiliza a recuperação. Por isso optamos por uma ponte nova, com a aprovação do prefeito Celso Pozzobom”, disse o secretário municipal de Serviços Rodoviários, Mauro Liutti.


Conforme o projeto, a ponte terá 12 metros de extensão por 6,30 metros de largura e 4 metros de altura ao nível do córrego. O vão terá vigas de concreto padrão rodoviário e o prazo de construção estabelecido no contrato vai até maio. “Porém, a empresa responsável pela obra prevê que ela seja entregue em até 40 dias se não houver interferência do clima. A obra está totalmente dentro do cronograma”, lembrou o secretário de Obras, Planejamento Urbano e Projetos Técnicos, Isamu Oshima.


O preço estabelecido em contrato é de R$ 310,5 mil em recursos da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional. Para o prefeito Celso Pozzobom a construção é emergencial, uma vez que a ponte antiga está comprometida. “Estamos investindo para garantir segurança e comodidade aos moradores daquela região no deslocamento para a cidade, transportando a produção agropecuária, e também para oferecer uma opção segura ao transporte escolar”, disse.


A obra começou com a escavação e fundações para a estrutura em concreto armado, pouco à frente da ponte antiga. O deslocamento foi necessário para dar melhor sustentação às fundações e, por consequência, maior durabilidade. “A nova ponte tem base sobre solo resistente (piçarra) e o leito do córrego Esperancinha será adequado ao ponto de travessia”, explicou o secretário Isamu Oshima. Se não houver imprevistos, em cerca de duas semanas a travessia pode ser liberada.

FONTE: Portal Pérola

Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium