MENDES NOVO 11/04/19
MENDES 1 - 07/05
CRUZEIRO DO OESTE

Moradora de Cruzeiro do Oeste é diagnosticada com dengue grave

A jovem de 21 anos está internada no hospital Norospar de Umuarama

11/01/2020 11h43
Por: Redação
Fonte: OBemdito
219
Foto: Reprodução/Redes sociais
Foto: Reprodução/Redes sociais

A 12º Regional de Saúde registrou durante esta segunda semana de janeiro um caso de dengue grave (também considerada como hemorrágica) na cidade de Cruzeiro do Oeste. A vítima é Caroline Sestito Franciscato, 21 anos, estudante de Medicina Veterinária da Unipar. A jovem está internada no hospital Norospar de Umuarama, sob observação.

De acordo com Caroline, os sintomas começaram a aparecer no dia 2 de janeiro. Primeiramente, a febre foi predominante, depois veio a dor no corpo. Ela foi no Hospital Municipal de Cruzeiro do Oeste na quinta-feira (2) e os médicos consideraram que poderia ser uma virose. “Tomei soro e me mandaram embora. No outro dia a febre continuou, mas como disseram que a suspeita era virose, eu nem fui atrás”, diz Caroline.

No sábado (4) os sintomas continuaram e os pais da moça desconfiaram que o caso não fosse tão simples como parecia. Ela voltou ao hospital, foi medicada e liberada. Na segunda-feira (13), Caroline resolveu ir ao Posto de Saúde. Lá o médico pediu exames. Na terça-feira (14), os exames ficaram prontos e indicaram que as plaquetas da garota estavam muito baixas. “Eu mostrei os exames para uma prima minha, que é médica e ela me indicou para ir imediatamente para Umuarama, pois meu caso era grave. Eu estava com dengue”, conta a mulher.

Caroline veio primeiramente ao Pronto Atendimento de Umuarama e de lá foi encaminhada para o hospital Norospar. O médico pediu para refazer os exames de sangue e verificou novamente que as plaquetas estavam mais baixas do que antes. Segundo a jovem, ele a internou e, com os resultados dos exames, os médicos disseram que ela estava com dengue grave, também considerada como hemorrágica. Ela já tinha adquirido a dengue uma outra vez. “Eu levei um choque. Tive um sangramento vaginal muito grande e fiquei com medo. Depois foi realizada uma transferência de plaquetas em mim e agora eu estou melhor”, relembra a moradora de Cruzeiro do Oeste.

De acordo com a garota, hoje ela se encontra estável, mas a dor no corpo permanece. A jovem está internada e continua sob observação dos médicos no hospital, mas Caroline já não sente tanto os sintomas anteriores.

Na terça-feira (7), a Secretaria Estadual de Saúde divulgou o boletim epidemiológico da dengue. No documento o caso de Caroline não foi registrado. Questionada, a 12ª Regional de Saúde afirma que o registro não foi feito pois o diagnóstico da garota saiu após o encerramento da contagem dos dados do boletim, que os contabilizou até o dia 4 de janeiro. Após o resultado do exame, o órgão já foi informado da situação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Cruzeiro do OesteCruzeiro do Oeste - PR Notícias de Cruzeiro do Oeste - PR
Pérola - PR
Atualizado às 19h12
29°
Poucas nuvens Máxima: 34° - Mínima: 19°
31°

Sensação

3.7 km/h

Vento

58.8%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
FRUTARIA PÉROLA 11/05/19
MENDES 11/05/19
BOA NOVA FM 11/05/19
36 HORAS 11/05/19
Últimas notícias
Mais lidas