36 horas topo
MENDES NOVO 11/04/19
JARDIM CASA GRANDE - 27/06/19
RETOMADA

Paraná é o terceiro em empregos gerados por pequenos negócios

Foram 8.464 novos empregos apenas em abril e 26.304 postos criados no primeiro quadrimestre por micros e pequenos negócios. O resultado deste segmento corresponde a cerca de 79% dos 10.653 empregos gerados no Estado no mês.

31/05/2019 17h23
Por: Agência Estadual de Notícias
59
O levantamento do Sebrae apontou, ainda, que nos primeiros quatro meses do ano, as MPEs do setor de Serviços capitanearam a geração de empregos, com saldo de 193 mil novos postos de trabalho, 69% do total de empregos gerados no período de 2019. Foto: Gils
O levantamento do Sebrae apontou, ainda, que nos primeiros quatro meses do ano, as MPEs do setor de Serviços capitanearam a geração de empregos, com saldo de 193 mil novos postos de trabalho, 69% do total de empregos gerados no período de 2019. Foto: Gils

Com 8.464 novos empregos, o Paraná foi o terceiro estado do País que mais gerou vagas nos pequenos negócios no mês de abril, segundo levantamento do Sebrae, baseado nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. O resultado deste segmento corresponde a cerca de 79% dos 10.653 empregos gerados no Estado no mês.

As micro e pequenas empresas (MPEs) do estado de São Paulo lideraram essa retomada, respondendo pela criação de 29,3 mil postos de trabalho, e foram acompanhadas pelas de Minas Gerais, com 14,7 mil empregos.

QUADRIMESTRE - Segundo o Departamento de Trabalho, da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, a criação de novas vagas no Paraná é impulsionada pelos pequenos negócios. Apenas nos primeiros quatro meses deste ano, as empresas de micro e pequeno porte representaram 69% da geração de vagas (26.304 postos criados).

Segundo o secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o número representa uma tendência de melhora nos indicadores econômicos. “O saldo no quadrimestre confirma o crescimento em relação ao mesmo período do ano passado. Isso demonstra o compromisso do Governo do Estado com a geração de emprego e renda para a população paranaense, já nos meses iniciais da nova gestão”, afirmou.

A economista Suelen Glinski, do Departamento do Trabalho, especifica que boa parte da retomada do emprego em pequenos negócios leva em consideração o abate de animais de pequeno porte (aves e peixes). “Já é um resultado melhor do que o que foi apresentado em 2018. As empresas de pequeno porte são as que mais geram emprego no Estado, reflexo também do índice nacional. No abate de pequenos animais, por exemplo, o Paraná ficou em segundo no ranking nacional”, destacou.

NACIONAL - Segundo o Sebrae, o segmento de MPEs gerou, no mês passado, 93,7 mil postos de trabalho formais no Brasil. O saldo foi quase três vezes maior que o gerado pelas médias e grandes empresas e representou 72,3% do total de empregos gerados no País no mesmo período, que foi de 129,6 mil.

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, os pequenos negócios abriram quase 300 mil novos empregos. As médias e grandes empresas criaram 20,3 mil novas vagas.

O levantamento do Sebrae apontou, ainda, que nos primeiros quatro meses do ano, as MPEs do setor de Serviços capitanearam a geração de empregos, com saldo de 193 mil novos postos de trabalho, 69% do total de empregos gerados no período de 2019.

Em todos os setores, as MPEs registraram saldos positivos de empregos gerados no mês de abril de 2019, mas foram os pequenos negócios do setor de Serviços que puxaram a geração de empregos, criando mais de 55 mil postos de trabalho, 3,6 vezes mais do que as MPEs da Construção Civil, segundo setor em que as micro e pequenas empresas mais empregaram.

MAIS EMPREGOS – Somados todos os setores, o Paraná se posiciona em 4º lugar na geração de postos de trabalho acumulados com 37.876 novos empregos formais gerados. Com isso, o Estado está atrás apenas de São Paulo (125.602), Minas Gerais (56.129) e Santa Catarina (49.914).

No cômpito por cidades, Curitiba segue isolada na 1ª colocação de empregos no ano com 10.457 postos gerados, logo à frente de Maringá (3.596), Cascavel (2.029), Pato Branco (1.461) e São José dos Pinhais (1.391).

SERVIÇOS – O setor de Serviços segue liderando o ranking com 21.260 vagas, seguido pela Indústria de Transformação (8.141) e Construção Civil (4.480). Segundo o Departamento de Trabalho, esses dados evidenciam a estruturação econômica do Estado, onde o setor que mais gera postos é nutrido de micro e pequenas empresas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Pérola - PR
Atualizado às 12h21
24°
Muitas nuvens Máxima: 27° - Mínima: 16°
24°

Sensação

16.5 km/h

Vento

43.7%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
36 HORAS 11/05/19
MENDES 11/05/19
BOA NOVA FM 11/05/19
FRUTARIA PÉROLA 11/05/19
Últimas notícias
Mais lidas