JARDIM CASA GRANDE - 27/06/19
MENDES 1 - 07/05
MENDES NOVO 11/04/19
NEGLIGÊNCIA

Avó é presa após deixar bebê morrer por abandono dentro da própria casa

A criança teria morrido por falta de assistência e negligência da responsável.

20/05/2019 16h50
Por: Redação
469
Criança completaria um ano e oito meses nas próximas semanas. A mãe, de 17 anos, estava no Mato Grosso em busca de trabalho e deixou a criança aos cuidados da avó. Reprodução / Facebook
Criança completaria um ano e oito meses nas próximas semanas. A mãe, de 17 anos, estava no Mato Grosso em busca de trabalho e deixou a criança aos cuidados da avó. Reprodução / Facebook

A morte de um bebê de um ano e sete meses movimentou a cidade de Porecatu, a cerca de 80 quilômetros de Londrina, no Norte do Paraná, na madrugada deste sábado (18). Ele estava na casa da avó, Michele Penteado Rodrigues, 39 anos, que foi presa em flagrante autuada por crime homicídio qualificado. A criança teria morrido por falta de assistência e negligência da responsável.

Segundo informações da polícia, o bebê não apresentava sinais de agressão, mas tinha uma grave ferida causada por assaduras nas costas. Na casa, de classe média alta, a criança foi encontrada em um ambiente repleto de lixo, sujeira, bebidas, cigarros e restos de comida apodrecendo em meio a larvas.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Marcos Rubira, a avó do bebê teria buscado ajuda do bisavô da criança, que ligou para a funerária. A funerária, por sua vez, afirmou que não mexeria no corpo e solicitou que o homem ligasse para socorristas, polícia e Instituto Médico-Legal (IML).

Em entrevista à TV Tarobá, o delegado afirmou que as imagens da casa não traduzem o ambiente, uma vez que não transmitem o cheiro forte do local, e que acredita que o bebê estaria morto há algum tempo. “Pela nossa experiência, a gente deduz que esse corpo já estava no local de dois a quatro dias”, declarou.

“Tudo leva a crer [no abandono], a própria avó declarou isso na oitiva, ela viu a criança pela última vez às 22 horas de quinta-feira e depois às 15 horas de sexta-feira. Ela afirmou que a criança ficou sem assistência por 18 horas. A criança veio a falecer por uma omissão da avó”, afirma Rubira.

Segundo o Instituto Médico Legal (IML), o bebê não apresenta sinais de agressão. A causa da morte será investigada, mas a suspeita é que a criança tivesse um quadro grave de virose. O bebê não teria sido encaminhado ao Pronto Socorro e nem sido medicado de forma correta.

“A criança realmente estava com alguma virose até por conta da higiene da residência. Com um ano e sete meses precisa-se de cuidado e higiene constante. Sobre a assadura, eu tive o cuidado de olhar com calma porque a fralda chegou a grudar nas costas da criança e não havia sinais de pomada”, conta o delegado. “Tudo leva a crer que a criança faleceu por falta de alimentação e a causa direta seja desidratação”, finaliza.

O corpo do bebê foi encaminhado ao IML de Londrina, após a liberação o corpo deve seguir para Porecatu para um velório.

O advogado da Michele Penteado Rodrigues, Flávio Frederido Gualter disse que ainda não teve acesso ao inquérito e nem ao laudo do IML, por isto ainda não pode falar sobre detalhes do caso, mas pretende repassar outras informações já com conhecimento de causa.

A avó do bebê foi presa e transferida para Londrina.

A mãe

O menino estaria aos cuidados da avó desde o começo do mês. A mãe, uma jovem de 17 anos, teria se mudado para o Mato Grosso a trabalho. A mãe da criança relatou que não tinha uma boa relação com avó do bebê e teria ido tentar uma vida nova. Ainda segundo a jovem, ela teria sido expulsa de casa e voltaria nessa semana para buscar o filho para morar com ela. A Polícia Civil vai investigar o caso e a responsabilização da mãe da criança será verificada.

Informações Portal Paraná
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Pérola - PR
Atualizado às 12h17
37°
Poucas nuvens Máxima: 39° - Mínima: 21°
38°

Sensação

11.8 km/h

Vento

32.5%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
FRUTARIA PÉROLA 11/05/19
36 HORAS 11/05/19
BOA NOVA FM 11/05/19
MENDES 11/05/19
Últimas notícias
Mais lidas